top of page
  • Foto do escritorDr. Daniel Ishikawa

Laser transdérmico associado a escleroterapia

Atualizado: 9 de mar. de 2023

É um procedimento moderno e eficaz que associa o uso do laser transdérmico e a escleroterapia, com analgesia tópica pelo ar gelado. A combinação do efeito térmico (aquecimento do sangue pelo laser) com o efeito químico (ação das substâncias esclerosantes injetadas) aumentam a eficácia do tratamento, reduzindo o número de sessões necessárias e aumentando a duração do resultado do tratamento. É indicada para telangiectasias (vasinhos) e suas veias nutridoras. Não necessita internação, anestesia ou repouso. Realizado no próprio consultório.

65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Prevenção de doenças arteriais

A doença arterial afeta as artérias em diferentes locais do corpo, podendo ser causada por diversas condições, como a aterosclerose. A prevenção é crucial, pois o tratamento em estágios avançados pode

Pé diabético

O "pé diabético" é um conjunto de modificações no pé de pacientes com diabetes, que pode levar a complicações graves, como amputações. A neuropatia e a arteriopatia são as principais causas, afetando

Doenças das Carótidas

As artérias carótidas são vitais para a circulação sanguínea no cérebro, uma vez que transportam o sangue para esta região através de um trajeto ascendente no pescoço. Os atletas estão familiarizados

Comments


bottom of page